Seção exclusiva com Materiais de estudo sobre o Documento 105 é lançado no portal do CNLB

“Ser sujeito eclesial significa ser maduro na fé, testemunhar o amor à Igreja, servir os irmãos e irmãos, permanecer no seguimento de Jesus, na escuta obediente à inspiração do Espírito Santo e ter coragem, criatividade e ousadia, para dar testemunho de Cristo”


Sobre o Documento 105

O Documento 105 segue a metodologia Ver, Julgar e Agir e divide-se em três capítulos. O primeiro apresenta o marco histórico-eclesial da caminhada da vida dos cristãos leigos e leigas. O segundo trata da compreensão da identidade e da dignidade laical como sujeito eclesial e identifica a atuação dos leigos, considerando a diversidade de carismas, serviços e ministérios na Igreja. Já o terceiro e último capítulo aborda a dimensão missionária da Igreja e indica aspectos, princípios e critérios de formação do laicato. Confira nesta seção documentos exclusivos à respeito deste tão rico e importante material publicado em maio de 2016 pela CNBB

baixar-nuvem-arquivo_318-30055Documento 105 Simplificado

Cristãos Leigos e Leigas (Capitulo 1)(Capitulo 2), (Capitulo 3)


De acordo com o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, o Documento 105 “retoma e aprofunda a participação dos leigos e leigas na Igreja e na sociedade”. O texto é, também, uma forma de agradecimento dos bispos aos cristãos leigos por sua dedicação à Igreja e pelo entusiasmo com que se doam à evangelização. Para o bispo, há uma participação “extraordinária” dos leigos na Igreja. “Mulheres e homens que constroem o Reino da verdade e da graça, do amor e da paz; que assumem serviços e ministérios que tornam a Igreja consoladora, samaritana, profética, serviçal, maternal”.


Bastidores do Documento 105

ASSEMBLÉIA ORDINÁRIA DO CNLB nos traz um pouco sobre como foi transformado o estudo do Documento 107 para o Documento 105.

 

 

Artigos Relacionados

3 Comments

  1. José Eustáquio Cruz 12 de novembro de 2016 at 20:54

    Fiquei muito agradecido com as palavras do Laudelino, nosso representante no alto escalão hierárquico e mais bateu saudades há muito tempo não nos encontramos e nem falamos.

Leave a reply

Seu e-mail não será publicado nos comentários, mas ele é obrigatório para ser comentado *