É Natal mais uma vez!

Todos os anos celebramos o Natal de Jesus! Parece que é sempre a mesma coisa, como o sol que brilha todo dia.

Por: Marilza Schuina

Mas, a vida nos propicia acolher a Luz todos os dias, Luz eterna, sempre Nova. Para nós, que ainda moramos em um corpo, a luz Eterna é sempre Nova, pois “o nascimento de Jesus é sempre uma Novidade, embora Ele já está Ressuscitado!” (Savelli, 2016).

“Nós mudamos o olhar quando celebramos o Mistério do Natal! O Evento é o mesmo, porém celebrado em tempo e lugar diverso! O Mistério é o mesmo, mas nós somos outros! Porque um conto é uma criança que espera um presente de Natal! Um outro são os adultos que celebram, conscientemente, o nascimento do Rei da Paz, sentindo cada momento as notícias de guerras, de violência, de terrorismos, de injustiças, de corrupção moral e política e a falta de respeito à Vida…”.

“Por isso, pedimos a Jesus: Vem salvar a nossa Humanidade que não olha mais o Céu e não encontra o Senhor da Vida e da História! E muitas pessoas se esquecem que a Vida é dom de Deus e não a respeitam! Pedimos também, consola Senhor as famílias vítimas dos terremotos, das guerras, dos terrorismos, das perseguições”, dos conflitos no campo e na cidade, dos povos indígenas, dos negros, das mulheres maltratadas e violentadas… Senhor Jesus vem confortar os enfermos, os velhos abandonados, os sem abrigo, os migrantes, os detidos em prisões, os deficientes! Ilumina os nossos jovens e as nossas crianças, os menores em situações de risco, dos dependentes de drogas a fim de que possam encontrar o sentido da vida e a alegria da vossa vontade!

“É Natal, nasce a Luz que brilha nas trevas, diz o Profeta! A Luz que nos traz a Alegria, a Jóia, a Justiça, a Paz, a Salvação. A Luz que nos traz o Reino dos Céus! Porque um Menino nasceu para nós… e seu nome é: «Conselheiro admirável, Deus forte, Pai para sempre, Príncipe da Paz» (Is 9,6). Natal é a Festa da Luz porque brilha Jesus que nos traz a Vida e a Esperança!”

“Jesus foi colocado na Manjedoura. Ele quer ser acolhido por nós! Não nos façamos de ingênuos para ignorar este Mistério! Olhamos o Céu: uma Luz brilha para nos salvar! Olhamos a Terra: o pecado ainda parece prevalecer. Porque ainda faltam pessoas que, como os pastores, escutando o Anjo do Senhor, encontram o Menino e cantam: «Glória a Deus no Céu e sobre a terra paz aos homens, que ele ama » (Lc 2,14)”.

“Nasce o Senhor da História e repousa na manjedoura! Mas quem o pode encontrar? Os pastores! Apenas eles podem encontrar o Menino e publicar este fato! Porque eles estão em vigília, escutam o anjo e tem o coração aberto para acolher a Luz! Porque eles sempre contemplam o Céu para ver o Sol que desponta e terminar o turno de trabalho! Quem olha o Céu pode encontrar o Sol que não tramonta e vem habitar em nós! Quem olha o Céu encontra Jesus, encontra a Luz que faz retornar ao Paraíso para acabar com o tempo da distância do Coração do Pai”!

“Nasce Jesus: a Verdadeira Paz, no silêncio da Noite… Recebe o afeto de Maria e de José e o aquecimento dos animais! Nasce aquele que nos traz a consciência que somos filhos de Deus! E aquece o nosso Coração para poder amar…”.

“Glória a Deus que do Céu envia o seu Filho para nos Salvar! Glória a Jesus que nos comunica a Verdadeira Paz! Esta é a Graça. E como Paulo dizia: «Apareceu a graça de Deus» (Tt 2,11). E nós acrescentamos: Esta Graça nos traz o sentido da Vida e a Esperança da nossa Divinização!

Acolhamos Jesus e o Seu Evangelho! Acolhamos este Menino que se oferece na Eucaristia e nos alimenta com o Espírito da Verdadeira Paz”!

A todos e todas um Santo Natal! Boas Festas a você, “Cristão Leigo e Leiga, Sujeito na Igreja e Sociedade”!

A Presidência!

Artigos Relacionados

Leave a reply

Seu e-mail não será publicado nos comentários, mas ele é obrigatório para ser comentado *