Mensagem do CNLB- Conselho Nacional do Laicato do Brasil À Dom Geremias Steinmetz

2018 começou cheio de bênçãos e graças com a realização do 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base na Arquidiocese de Londrina.

Acolher um Intereclesial é um desafio, é necessário ter coragem e disponibilidade para realizar um evento de tamanha dimensão. A Igreja de Londrina abriu não só as portas, mas o coração para acolher o Brasil em sua casa. Foram dias de festa para os olhos e para o coração.

A experiência vivida pelas famílias, pelas comunidades, pelas paróquias e pelos participantes do encontro mostra que as CEBs têm sido e continuam sendo essa maneira de viver comunitariamente a fé, a inserção na sociedade, o testemunho profético e o compromisso com a transformação das realidades do campo e da cidade, à luz do Evangelho, numa clara e evangélica opção pelos pobres, pelos mais simples, descartados e excluídos.
Esse jeito de ser Igreja Povo de Deus, “Igreja em saída”, incomoda o poder instituído, assusta os que têm medo da profecia, assim como assustou ao Império Romano, que entre o Messias e o ladrão, escolheu o anti-Reino…

O 14º Intereclesial fortalece o jeito de ser Igreja das CEBs, a Igreja dos pobres, com os pobres, para os pobres, a Igreja “em saída” para a realização do Reino de Deus.
Constatamos, por meio da mídia, ofensas dirigidas às CEBs e a D. Geremias, numa total falta de respeito e de intolerância com as diferentes manifestações de fé. Assim como fizeram ontem, continuam fazendo hoje: crucificando Jesus! Mas também há muitas manifestações dos que reconhecem o Jesus ressuscitado, que está nas periferias, junto aos que mais precisam.
À Igreja de Londrina e, especialmente a seu pastor Dom Geremias, nosso sincero agradecimento e nossa solidariedade de irmãos e irmãs.

Nosso abraço do Conselho Nacional do Laicato do Brasil

Marilza José Lopes Schuina
Presidente do CNLB

Artigos Relacionados

Leave a reply

Seu e-mail não será publicado nos comentários, mas ele é obrigatório para ser comentado *